primeiro computador do Brasil

O primeiro computador no Brasil

O primeiro computador a chegar ao Brasil foi importado pelo governo do Estado de São Paulo em 1957, para auxiliar no cálculo do consumo de água. Não tinha nada de grandes memórias, processadores velozes, conexão por tecnologia wi-fi e todas essas coisas de hoje em dia, óbvio. Não é por acaso que a maioria das grandes invenções modernas tenha se dado na década de 1950, afinal, Estados Unidos (USA) e a antiga União Soviética (URSS) se empenhavam em uma guerra de medo e tensão, conhecida como Guerra Fria (1945 – 1991), onde cada potência buscava a supremacia sobre a outra e a consequente dominação econômica mundial através de seus programas científicos e propagandistas.

primeiro computador do Brasil

Desta forma, o computador, o celular, o carro – ainda que tendo sido iniciados os processos alguns anos antes -, saíram de fato, para o consumo popular, na década de 50 e nas posteriores.

As primeiras máquinas de calcular do qual o computador é herdeiro natural, datam do século XVI. Estas máquinas, ainda que não tivessem a capacidade de programar, ou seja, “pensar” de acordo com os dados que eram inseridos nelas, foram os primeiros passos do ser humano na criação das máquinas programáveis.

Em 1842, Charles Babbage, um matemático da Universidade de Cambridge, junto com Ada Lovelace, filha do famoso poeta Lord Byron, matemática e escritora e que entraria para a história como a primeira programadora, inventaram uma série de comandos que permitia à máquina reter informações e repeti-las guardando-as em uma memória. Este modelo inventado por Babbage e Lovelace não puderam ser igualados por nenhum outro até 1940, ainda que muitas tentativas e aperfeiçoamentos tenham sido feitos.

Em 1932 foram criados os primeiros computadores parecidos com os que existem hoje, ainda que aqueles ocupassem salas inteiras.

Entre 1958 e 1972, o Brasil apenas importou a tecnologia da qual necessitava, estando incluídos aí os computadores, que eram utilizados apenas por grandes universidades e empresas maiores ou governamentais. É nas universidades que nascem os primeiros esforços para a instalação da produção de computadores nacionais, uma vez que a demanda crescia a cada dia.

Brasil importou computadores

Em 1974 nasce a primeira empresa brasileira de computadores, a COBRA (Computadores brasileiros S.A.), e no final de década de 1970 os computadores começaram a se popularizar, deixando de ser instrumentos de uso exclusivo das elites e passando a ser empregado em locais mais comuns, como o próprio metrô de São Paulo, que se tornaria um dos sistemas mais modernos do mundo.

Dos sistemas de transporte, ou dos meios militares, ao âmbito da saúde, pesquisa, educação, o computador começou a se inserir como um dos mais importantes mecanismos para a facilitação da vida comum, mas é apenas em 1980 que puderam ser comprimidos em um formato bem menor que permitia sua utilização nas casas como qualquer outro eletrodoméstico.

o novo computadorEm pouco mais de 30 anos, o computador adquire novas roupagens, diminui cada vez mais de tamanho e acumula cada vez mais funções tornando-se inseparável da vida cotidiana. O mundo se globaliza a cada dia, e o computador é aquele objeto que permite ao indivíduo visitar as ruas de Mumbai pelo Google Maps, enquanto bebe um refrigerante no conforto de sua casa.